Skip to content

Angus – O Primeiro Guerreiro

12, 03, 2008

Angus - O Primeiro Guerreiro

“Resultado de uma elaborada pesquisa histórica, o livro Angus – O Primeiro Guerreiro conta a fictícia história de um guerreiro nórdico que se converte ao cristianismo, enquanto luta contra os traidores de seu povo e ajuda a livrar a antiga Inglaterra do século IX de bárbaros saqueadores.

Filho de um bárbaro com uma cristã, Angus cresceu para se tornar a imagem do pai, e partiu ainda jovem ao lado dele para lutar em suas primeira batalhas. Mas com o tempo percebeu que nem todos possuíam o espírito de honra que havia nos homens liderados por seu pai, Seawulf. Os demais guerreiros eram bárbaros selvagens, sádicos sanguinários, sem honra, covardes que golpeavam pelas costas e não lutavam limpo.

E por causa dessa diferença de valores que Seawulf foi assassinado e Angus precisou fugir para se salvar. Ferido o jovem guerreiro órfão foi recolhido por monges cristãos, e no monastério recebeu cuidados médicos e os ensinamentos da Igreja Cristã.

Lá Angus converteu-se a fé de sua mãe, aprendeu as sete virtudes: Prudência, Fortaleza, Temperança, Justiça, Compaixão, Fé e Esperança. Renascido, Angus parte para defender os ideais de sua nova fé, e alimentado por ela parte para sua vingança. Agora o nórdico perseguia os líderes dos assassinos de seu pai.

Em seu caminho encontrou aliados cristãos, e também inimigos dentro da mesma fé. Foi tratado como escravo por aqueles que não acreditavam em suas palavras, desenvolveu sua habilidade de lutar, teve bons treinadores. E aos poucos foi conquistando espaço entre os nobres cristãos que formavam exércitos para expulsar os invasores bárbaros de sua ilha.

A história se desenvolve entre períodos de lutas sangrentas, e diversas outras situações difíceis que Angus só pode suportar encontrando forças em sua alma, em sua fé, relembrando os ensinamentos do pai e do seu mentor no monastério. Ao final de sua saga, Angus retorna para sua casa, anos depois, revê sua mãe e funda o seu clã, MacLachlan, de posse de uma espada sagrada, que seus descendentes deverão empunhar na luta pela justiça.

Para os RPGistas, fãs do gênero histórico, o livro é um prato cheio, trazendo mapas da Inglaterra do século IX, com os antigos nomes das cidades. Apresenta informações sobre a cultura dos vikings e dos monastérios cristãos da época. E mesmo quem não joga com períodos históricos, poderá se inspirar muito para criação de seus personagens bárbaros ou guerreiros de D&D com as descrições das batalhas e principalmente com as belas ilustrações do livro.

Angus – Livro Um – O Primeiro Guerreiro / Orlando Paes Filho; São Paulo : Arxjovem, 2002

About these ads
One Comment leave one →
  1. 25, 01, 2010 11:47 am

    Fale cavaleiro, rapaz faz pouco tempo que li este livro, muito bom sabes se já foi lançado o volume 3?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: