Skip to content

Uma pequena gota sobre storyteller

12, 03, 2008

O Storyteller não é um título de RPG. São vários, com a mesma base de regras e com o mesmo plano de fundo. Uma versão decadente do mundo de hohe. O Storyteller é a linha de RPG de Horror Moderno aonde o personagem é o monstro num mundo punk gótico. Os títulos mais famosos do Storyteller são:

VAMPIRVampiroO : A MÁSCARA

Quando Caim matou Abel, Deus rogou-lhe uma maldição banhada em sangue. E baseado nessa passagem bíblica que o Sistema de RPG, conhecido como VAMPIRO: A MÁSCARA, conta a origem de todos os vampiros. E também inspirado no romance de Anne Rice, Entrevista com o Vampiro, o americano, Mark Rein-Hagen, criou esse sistema, que se tornou o mais famoso RPG de Horror Pessoal, colocando os jogadores na condição de vampiros atormentados e envergonhados daquilo que são. Lutando para manterem sua Humanidade e combaterem a Besta interna sedenta de sangue.

Vampiro: A Máscara, traz diversos tipos de vampiros, desde os mais galantes sedutores aos mais horrendos e selvagens. Uns habitando mansões e freqüentando teatros e casas de ópera, enquanto que outros se arrastam pelos esgotos e cemitérios. Alguns tão antigos quanto o tempo, e outros vampirizados recentemente. Os vampiros Anciões travam batalhas entre si, através dos séculos, usando os mais novos como peões em seus jogos de intrigas e traições.

Em meio a esses conflitos, o personagem do jogador deve ainda lutar pelo seu lado Humano, controlar seus impulsos instintivos, e passar suas noites eternas escondido, aceitando a condição de “morto-vivo”.
Lobisomem
LOBISOMEM: O APOCALIPSE

Seguindo a receita do Vampiro: A Máscara a editora americana, White Wolf, lançou mais livros na linha do terror. Mas o Lobisomem: O Apocalipse foge um pouco da lendária criatura meio homem, meio lobo.
No jogo os lobisomens são conhecidos como Garous. Não são nem humanos, nem lobos, mas uma outra raça, com o dom de metamorfosear-se em qualquer uma das outras duas espécies e ainda assumir a famosa forma homem-lobo (crinos), com cerca de três metros de altura, coberto de pelos, cabeça de lobo, corpo humano, dentes e garras muito afiados.

Os Garous são máquinas selvagens de matar, mas eles são geralmente os heróis da estória, buscando salvar sua deusa Gaia, a mãe natureza, da destruição do homem, provocada pela poluição, pela corrupção, pela maldade em geral.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: