Skip to content

Um paladino, um destino, um caminho e varias escolhas – Parte 06

24, 04, 2008

Na presença dos dragões e do sacerdote ele se posta de joelho já demonstrando um pouco de desespero por não ter capacidade de lutar e de proteger ate mesmo o seu reinado. Comenta a eles que tudo que aconteceu com ele e o reinado desde seu ultimo comunicado. O Paladino após o seu relato pede aos grandes dragões de ametista que melhorem a sua arma, para que possa tentar ter mais força para combater o mal que se aproxima e ter chance de vencer e sobreviver, o que não tem realmente acontecido.

Um dos sacerdotes vem a frete e fala ao Paladino que deve lutar contra ele, quem acerta o outro primeiro ganhara a disputa. Dependendo do resultado o beneficio será maior ou não e também poderão julgar a competência do que o Paladino tanto fala.

Começa o embate entre os dois, que faz resumir pelo salão o choque das duas espadas de ametistas. Movimentos rápidos e fortes ate que um momento do combate o Paladino erra o seu golpe dando chance para que o sarcedote de um golpe acertando o Paladino, assim ponto fim ao combate.

Com um sinal positivo dos dragões o sacerdote pega a espada de ametista do Paladino e cola ela dentro de um balde. Ao colocar ele lança uma magia sônica que faz com que a espada vire um punhado de pó dentro do balde, ele recolhe o balde e leva para forja que se encontra mais ao fundo do grande salão após um pesada porta.

O Paladino chocado com o que viu a sua espada sendo destruída simplesmente, sem o menor remorso ou interesse de perguntar a ele se poderia ser feito aquilo. Ele se recolhe a um canto do salão e começa a meditar enquanto espera para ver que vai acontecer.

Passa-se em torno de 2 horas quando o sacerdote volta ao salão com a espada do Paladino, aparentemente maior e mesmo volume. Joga a espada para o Paladino, quando o segura ainda queima a sua mão por estar muito quente ainda. Parece uma espada bastarda, mas tem um peso e mobilidade de uma espada longa.

Os dragões resolvem mandar de volta o Paladino, informa a ele que agora suas responsabilidades aumentaram e ainda no seu caminho de volta terá novas responsabilidades e encontrar uma parte de seu destino.

O Paladino agradece aos dragões de ametista e ao sacerdote sai voando, enquanto das sombras sai uma figura pesada e com um sorriso sarcástico no rosto e vira para o sacerdote.

Figura Pesada: “Ele esta começando a se desesperar e a se perder”

Sacerdote: “Realmente, isto esta me preocupando. Não sei se ele vai conseguir chegar aonde ele deve chegar.”

Figura Pesada: “Bom, isso logo vamos descobrir. Algo me diz que meu tempo esta finalmente chegando. Logo terei minha oportunidade.”

Sacerdote: “Vamos ver se realmente emergira das sombras e como será sua aparição. Mas como você disse isto poderá acontecerá logo.”

A figura pesada volta para as sombras com seu sorriso sarcástico, deixando o sacerdote preocupado para os novos acontecimentos que esta para acontecendo.

(Continua…)

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: