Skip to content

PERSONALIDADE DO MINIATURISTA

29, 04, 2008

Louco… Sonhador… Detalhista… Perfeccionista… Uma criança que não cresceu…

Muitos serão os adjetivos que podem caracterizar um miniaturista ou um colecionador. Muitos particularmente preferem se auto proclamar “Sonhadores”… Pois quando o miniaturista está às voltas com a montagem de sua Casa de Bonecas, Maquete, Veleiro ou qualquer outra mini-construção, flutua para uma outra dimensão… A mente voa… Vai a lugares e tempos antigos, épocas de ritmos diferentes… Nada de celulares… PCs… Internet então… ha, nem se fala…

Montando partes de sua miniatura, percebe-se como é relaxante… um verdadeiro hobby anti-stress… A gente fica feliz… imensamente feliz… plenamente feliz… É uma viagem com a imaginação por salões de bailes, antigas tradições, carruagens puxadas por cavalos… quase um Conto de Fadas…

Sim, há algo de infantil em tudo isso, mas não diz a sábia filosofia popular que nada melhor do que manter viva a criança dentro de cada um de nós???

Abaixo, seguem algumas “charges” enviadas por nossos internautas e que mostram com muito bom humor, mas uma clareza de visão absoluta, como funciona a mente do miniaturista…

Papo entre duas amigas miniaturistas:
– Oh Céus, construi uma mesa mas as pernas ficaram tortas!!!
– Não esquenta, joga uma manta por cima que vai ficar parecendo tudo reto.


Algumas Leis de Murphy do Miniaturismo:
– O pé da cadeira que você tinha intenção de encurtar… era o outro.
– Toda vez que o processo de construção está indo bem… a cola escorre.
– Seus minipregos perdidos serão achados por alguém… que anda descalço.
– Quando o papel de parede adere bem… está torto. E quando ele está no prumo perfeito… aparecem bolhas.
– A magnitude da besteira é diretamente proporcional ao custo da minipeça ou minikit.


Um amigo miniaturista mandou sua linda casa em estilo vitoriano para ser feita a montagem da instalação elétrica. Preocupadíssimo com o que poderia acontecer ao seu tesouro, expôs suas preocupações aos amigos, que prontamente (e muito sarcasticamente) tentaram tranquilizá-lo:
– Não se preocupe tanto!!! Afinal se tudo der errado, e a casa ficar muito esburacada, você sempre poderá transformá-la em uma casa pré-histórica, e nas paredes colocar papéis com motivos rupestres. Aconselhou um “amigo”.
– Ou então, transformá-la em cenário de guerra, a gente põe uns soldadinhos de chumbo, vai ficar perfeito!!! Disse o outro.

Fonte: Miniaturas do Brasil

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: