Skip to content

Aprendendo com Kirk

8, 05, 2009

Uma das grandes questões para os fãs será Chris Pine como o lendário capitão Kirk, antes de ganhar a patente militar. Até hoje só o deliciosamente canastrão William Shatner pode ostentar esse título e é sua versão do personagem na série clássica dos anos 60 e nos filmes que se seguiram, atualmente parte de uma mitologia moderna, que nos inspira nas lições abaixo.

1) Nada é mais importante que sua nave
De todas as suas características, a mais marcante era a paixão que o Capitão Kirk sentia pela Enterprise e sua tripulação e isso, sem trocadilhos idiotas, nunca o tirava da rota. Se você tem uma missão, pegue-a com as duas mãos, proteja sua equipe, cobre por resultados e faça por merecer a responsabilidade que depositaram em você.

2) Tenha amigos com opiniões diferentes
Kirk formava com o frio Sr. Spock e o emotivo Dr. MacCoy um trio de primeira qualidade. Grande parte das decisões tomadas era avaliada pelos dois consultores, obviamente com visões totalmente ímpares. Isso é ótimo para poder se pesar os prós e contras de questões importantes e enxergar diferentes aspectos de uma mesma questão. Arrume os seus.

3) Só que quem manda na nave é você
Se seu cargo é de chefia, espelhe-se em James Tiberius Kirk. Ele até podia pegar opiniões diversas, mas a palavra final era sua. A responsabilidade da decisão também.

4) Respeite seu inimigo
O Capitão podia ser terrível com seus inimigos, fossem eles Klingons, Romulanos ou terráqueos poderosos como Khan, mas nunca os subestimava ou os considerava menos que ele. Na realidade seu senso de justiça acabava até fazendo com que até o mais feroz nêmeses o admirasse.

5) Poker, às vezes, é melhor que xadrez
Em um episódio clássico da série antiga, Kirk blefa ter uma potente arma destrutiva para escapar de um ser alienígena poderosíssimo. Até o momento da falácia, Kirk tentava escapar usando técnicas de xadrez, um movimento seu contra um do adversário, sem nenhum resultado e resolve, enfim, aplicar a estratégia do jogo de cartas. Assim é na vida real, muitas vezes o que você parece ter na mão é mais importante do que o que você realmente tem.

6) Trapaceie com estilo
No segundo filme da série no cinema, somos apresentados a um teste sem solução promovido pela Academia da Frota Estelar aos cadetes que pretendem ser capitães. Somente Kirk passou nessa prova e mais para frente sabemos o porquê: ele invadiu o sistema e mudou a condições a seu favor. Isso não significa que você deve ser desonesto nas suas escolhas, mas um pouco de audácia sempre vale a pena, especialmente se seu lema for o mesmo do personagem: “eu não gosto de perder”.

7) Temperança e agressividade fazem um bom líder
Em um dos melhores episódios da série clássica, O Inimigo Interior, Kirk é dividido em duas partes, seu lado calmo e passivo e o lado agressivo e emocional. Nenhum dos dois consegue tomar uma decisão importante porque o primeiro quer agradar a todos e o segundo só se descontrola. O que leva Spock a compreender que um líder de verdade sabe pesar e combinar essas duas facetas: compreensão e firmeza.

8) Se tiver que fazer algo bem feito, faça você mesmo
O cara podia ser o capitão da nave mas não hesitava em descer em planetas com um phaser na mão, se enfiar em tubos Jefferies (aqueles tubos internos para os engenheiros da nave) ou programar ele mesmo um computador. Não é porque você tem a direção das coisas que deve ficar apenas sentado dando ordens. Mostre á equipe que você faz parte dela.

9) Tenha fama de bom beijador
Kirk beijou 19 moças nos 77 episódios das três temporadas da série antiga, inclusive a Tenente Uhura, no primeiro beijo inter-racial da TV. Bem menos do que você esperava, mas ficou com a fama de garanhão e segundo entrevistas com algumas extras que foram agraciadas com os lábios do galã, Shatner beijava bem pacas.

10) Transforme seus defeitos em qualidade
Todos hão de convir que William Shatner era um ator ruim de doer com seu jeito pausado e dramático de interpretar, sendo zombado até hoje por inúmeros comediantes, mas foram essas deficiências que imprimiram a marca no ator e em seu personagem e os tornaram tão famosos. Só não faça como ele e tente dirigir um filme ou gravar um disco com sucessos como Mr. Tambourine Man pois aí seus defeitos podem realmente aparecer por completo.

Fonte: Lista FFESP

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: