Skip to content

O Poder do Pensamento

11, 05, 2009


Desde tempos imemoriais, o interrelacionamento e interdependência da alma/mente e do corpo – a natureza holística da condição humana – era conhecida intuitivamente e aceita como ponto pacífico.

Atualmente, a ciência reconhece por completo e tem perfeitamente estabelecida, por experiência, esta verdade fundamental.

No mundo médico, o interesse em psiconeuro-imunologia, alimentada pela percepção largamente difundida que o modo de pensar da pessoa tem efeitos significativos sobre a saúde do indivíduo, está aumentando continuamente.

Existe um dito chassídico que declara: “Pense o bem e o bem acontecerá!”

A respeito do sofrimento, sabe-se que a consternação influencia significativamente o estado de saúde da pessoa, mas que em geral seu efeito negativo desaparece após um período de um ano (o período completo de luto, segundo a Torá).

Tem sido também demonstrado que imagens mentais dirigidas, tais como a pessoa visualizar-se destruindo um invasor estranho no próprio corpo, têm uma influência perceptível na superação da doença.

O Time de Três

Três sistemas psicológicos estão envolvidos na interação entre o corpo e a alma, mantendo o bem-estar geral do indivíduo. Estes são: o sistema nervoso, o sistema endócrino e o sistema imunológico.

Fala-se hoje de mecanismos neuro-endócrino-imunes.

Esta equipe fisiológica ajuda o corpo a adaptar-se em face de desafios potencialmente desgastantes, um processo ao qual se refere como alostase.

A alostase atinge a estabilidade psicológica e fisiológica por meio de mudança-adaptação.

Este processo de mudança pelo bem de estabelecer a estabilidade enfrenta três perigos: o mecanismo de reação pode tornar-se freqüente demais, pode falhar em se desligar (com a cessação da necessidade de mudança), ou pode ser inadequado a princípio.

Um fenômeno comum é que sob tensão aguda, infecções iminentes podem ser mantidas afastadas, mas a resistência pode desmoronar quando a pressão é aliviada. Assim, vemos que o processo de alostase em geral exige o mais alto grau de equilíbrio e sensibilidade ao estado atual da mente-corpo.

O estresse, uma causa freqüente de doenças, ainda é enigmático e cientificamente indefinível. O que se sabe é que os efeitos psicológicos da mente sobre a saúde são exercidos através das influências no sistema imunológico. De todos os sistemas fisiológicos, claramente o sistema nervoso é o mais diretamente associado com a própria psique. Assim, quando dizemos que a mente exerce influência sobre o sistema imunológico, queremos dizer que o sistema nervoso comunica-se de alguma maneira com o sistema imunológico.

Sabe-se agora que esta comunicação funciona nas duas direções.

O estresse afeta o sistema imunológico (em casos extremos, problemas psiquiátricos podem criar anormalidades no sistema imunológico), que então se comunica de volta com o sistema nervoso.

Segundo os resultados de pesquisa muito atual, o sistema nervoso comunica-se com o sistema imunológico por meio do sistema endócrino. Consegue-se assim um ciclo completo de comunicação, do sistema nervoso para o sistema endócrino para o sistema imunológico e de volta ao sistema nervoso.

Em resumo, a boa saúde depende de pensamento positivo, especialmente em épocas de tensão, e do esforço combinado destes três sistemas fisiológicos.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: