Skip to content

A EROSÃO ELETRÔNICA DA LIDERANÇA

18, 06, 2009

OS AVANÇOS DA TECNOLOGIA também estão exigindo o repensar sobre o que conhecemos sobre liderança. Tomemos como exemplo a forma como a tecnologia da informação tem revolucionado a noção do que seja “local de trabalho”. Um número crescente de pessoas está passando a trabalhar em casa. Nos Estados Unidos, mais de 40 milhões de pessoas possuem seu escritório em casa. Desse total, cerca de 10 milhões são de “teletrabalhadores”, ou seja pessoas vinculadas a empresas mas que não precisam ir fisicamente aos escritórios dessas empresas. Mesmo no Brasil, várias empresas estão estimulando seus funcionários a adotarem o sistema de trabalho em casa. A KODAK, por exemplo, foi uma das pioneiras e até hoje mantém o vínculo empregatício com seus vendedores que pouco vão aos escritórios. A ANDERSEN CONSULTING tenta maximizar o tempo de seus consultores cada vez mais próximos de seus clientes. As empresas vencedoras, como a AVON, querem seus talentos cada vez mais perto dos clientes e longe dos improdutivos cubículos dos escritórios. Empresas verdadeiramente visionárias começam a fazer a experiência de estimular o trabalho de algumas equipes em casa inclusive para o trabalho de montagem de peças, com a possibilidade dos familiares do funcionário participarem da produção e da remuneração por peça produzida.
A tendência é clara: as pessoas estarão cada vez mais trabalhando fora do círculo de supervisão direta com o qual os líderes se acostumaram. Afinal a teoria da liderança foi desenvolvida a partir de observações sobre a supervisão no chamado chão de fábrica. Perceba a natureza visual do conceito de “super-visão”, desenvolvido sob medida para a realidade da Era Industrial. Pois bem, na Era do Conhecimento o contato diário, visual, entre supervisor e sua equipe será cada vez mais raro no futuro. O desafio que se coloca é o de como desenvolver estilos de liderança à distancia.


Como liderar pessoas com as quais nos encontramos esporadicamente? Será possível liderar por controle remoto?
Adicionalmente, o comércio eletrônico já está transformando a natureza do trabalho feito pelo vendedor tradicional. As empresas muito economizarão diminuindo o uso dos intermediários para comprar insumos ou para vender seus produtos. Estoques serão substituídos por informação. As pessoas poderão comprar quase tudo sem precisar sair de casa.

A tecnologia eletrônica está democratizando velozmente o acesso à informação. Tornou possível a quase todos, independente do cargo que ocupam, acessar as informações que sejam relevantes para a empresa onde trabalha e até se comunicar com pessoas de escalão superior ao do chefe imediato. Executivos do topo também podem com o simples apertar de teclas solicitar a opinião ou informações de quem quer que seja dentro da organização. A informação flui de forma mais livre sem respeitar as normas da burocracia. Como consequência, as relações se tornam menos hierárquicas. Presenciamos uma verdadeira “erosão eletrônica da autoridade”, como insinua Jay Conger, Diretor do Leadership Institute na UCLA. Cada vez mais a autoridade para liderar não será proveniente do cargo que você ocupará, mas do seu poder de acessar informação em tempo hábil e de persuadir pessoas que necessitam dessa informação para produzir resultados. Na era eletrônica, as pessoas podem saber on line, no momento e que está ocorrendo, o que está sendo decidido. São transformações que alteram profundamente o exercício da Liderança. Liderar quando se está de posse exclusiva de informações importantes é uma coisa. Liderar quando todos sabem de tudo ao mesmo tempo é muito diferente.

Evito enumerar uma lista desses novos atributos de liderança, pois eles sempre serão passageiros. Vou me ater apenas àquelas competências duráveis que você deverá cultivar sempre: sua capacidade de aprender de forma contínua; integridade; criatividade; postura empreendedora; orientação para resultados; atitude multifuncional com experiência diversificadas em várias áreas de um empreendimento.
César Souza (cesarsouza@empreenda.net) Consultor, autor, palestrante e presidente da Empreenda Consultoria nas áreas de Estratégia, Mkt e RH.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 19, 06, 2009 11:48 am

    Muito bom!

    As organizações de hoje em dia têm de se adaptar aos novos métodos de trabalho que surgem. Para isso, contribue a tecnologia. A empresa se torna orgânica, adaptativa às diversidades de uma mercado volátil como o atual.

    Abraços e sucesso com o blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: