Skip to content

Sem acordo, Fota anuncia novo campeonato e confirma racha na F1

19, 06, 2009

Fota vai criar campeonato paralelo por não ter chegado a um acordo com a FIA. Assim, a F1 perde oito equipes e racha.

O que parecia inimaginável vai acontecer no automobilismo mundial. A F1 será dividida em duas no ano que vem e não vai ter Ferrari, McLaren e suas principais forças. A Fota emitiu um comunicado na noite desta quinta-feira (18), quase sexta no horário inglês, dizendo que não chegou a um acordo com a FIA e que vai formar um novo campeonato em 2010.

O racha parecia distante depois dos últimos acontecimentos de uma longa novela de quase 50 dias. Os capítulos mais recentes apontavam um acordo entre a Associação das Equipes e a Federação Internacional de Automobilismo, que divergiam sobre o regulamento do ano que vem, sobretudo pela imposição de Max Mosley de um limite orçamentário. A FIA pretendia aumentar o valor inicialmente proposto, de £ 40 milhões para £ 100 milhões, mas em 2011 obrigaria as equipes a aceitarem a primeira quantia como teto. A Fota estava disposta a ceder, e uma reunião nesta quinta deveria dar fim à história, já que a sexta foi dada como prazo final para a inscrição em definitivo das equipes que disputam o atual campeonato, exceto Williams e Force India.

A Fota juntou seus membros hoje em Enstone, na sede da Renault — uma das líderes do movimento contra a FIA. Na nota “Fota unida no futuro”, a entidade que representa os times explicou que a FIA e a “o detentor dos direitos comerciais”, que vem a ser Bernie Ecclestone “fizeram campanha” para dividi-la. “Os desejos da maioria das equipes foram ignorados”, bradou a Fota, reclamando da parca divisão dos lucros da F1.

O comunicado é assinado por Ferrari, McLaren, BMW, Renault, Toyota, Red Bull, Toro Rosso e Brawn. São os trechos mais importantes:

Desde a formação da Fota em setembro, as equipes têm trabalhado unidas e procuraram engajar a FIA e o detentor dos direitos comerciais para desenvolver e melhorar o esporte.

Uma crise financeira sem precedentes colocou diante da comunidade da F1 enormes desafios. A Fota orgulha-se de ter estipulado medidas substanciais de corte de custos, as maiores na história de nosso esporte.

As equipes de fábrica em particular ofereceram assistência aos times independentes, alguns dos quais provavelmente não estariam no esporte se não fossem as iniciativas da Fota. As equipes da Fota concordaram voluntariamente em reduzir seus custos de forma a chegar a um modelo sustentável para o futuro.

Em seguida a esses esforços, todos os times confirmaram à FIA e ao detentor dos direitos comerciais sua disposição de assumir um compromisso até o fim de 2012.

A FIA e o detentor dos direitos comerciais fizeram uma campanha para dividir a Fota.

Os desejos da maioria das equipes foram ignorados. Além disso, dezenas de milhões de dólares dos times foram retidos pelo detentor dos direitos comerciais desde 2006. Apesar disso e da ausência de um ambiente favorável a um compromisso, a Fota genuinamente procurou esse compromisso.

Fonte: Site do IG

OBS: A CBN Manaus passou esta informação em primeira-mão, nesta que fui buscar esta informação. Muito legal.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: