Skip to content

Ecologia Espiritual

9, 01, 2010

Ecologia é o estudo do ambiente, do ecossistema, a busca do entendimento e tradução das leis que regem o mundo natural

Mas, não muito longe dele, está as leis do universo espiritual.

O que mais nos impressiona na natureza é seu equilíbrio em busca da sobrevivência e este equilíbrio encontra-se inserido nas trocas, que aqui na Kabbalah vamos chamar de Compartilhar.

Nos percebemos como seres evoluídos dentro deste ecossistema, mas estamos esquecidos daquilo que é mais básico em nós.

Somente sobreviveremos a este mundo através das Trocas.

São as leis espirituais que recebemos através da Torá, que nos lembram disto, quando nos lembram de agir de forma responsável e compassível ao mundo que nos rodeia.

O olhar da Torá é para um mundo que compreende um todo e este todo deve viver de forma harmoniosa, onde cada elemento possui a sua função e seu lugar.

Quando o homem mexe nestes elementos tira não só aquilo da estabilidade como todo o sistema.

Rabi Abraham Itzjak Kuk (1865-1935), dizia:

“Você esta presente dentro de um todo, e seu ser está unido a tudo que te transcende”.  Uma pessoa que está em harmonia espiritual percebe que cada coisa neste  mundo está unida entre si e que todos compartilhamos um destino em comum.

É uma rede que se forma.

Esta unidade está traduzida na unidade cósmica entre D´us e sua Esposa, a Shechinah. Quando nossas atitudes são destrutivas, destruímos esta ligação!

Rabí Moshe Cordovero diz:

“Nossas atitudes devem ser de compaixão a todas as criaturas, não devendo depreciar ou destruir, pois a sabedoria Divina se estende a toda a criação, desde o nível silencioso mineral, as plantas, animais e humanos”.

Baal Shem Tov dizia:

“Todas as coisas criadas por D´us são para servi-lo.”

E cada criatura deve servir a D´us com a sua própria vontade e forma.

Quando no shabat recitamos a oração “A alma de cada um bendissera Teu Nome, todos os corações Te venerarão, e cada parte cantará a Teu Nome”. Estamos elevando toda a criação a D´us.

É exatamente no Shabat que lembramos que foi Ele quem criou tudo, de forma perfeita. Sacralizar e santificar o sétimo dia, é fazer o mesmo com toda a obra Divina!

Cuidar da natureza é como cuidar da Arvore, Etz (ayn, tzad);

A letra Ayn se refere a nosso olhos que devem olhar com sabedoria e com a justiça da letra Tzad, que parece uma arvore com seus braços estendidos a D´us.

O caminho para a ecologia é o caminho do Tzad, do justo e honesto, que estabelece o equilíbrio e constrói uma base forte, pois sabe que no andar da vida, muitas são as tentações para causar desequilíbrios na nossa volta, mas a consciência traz a centralidade, a partir do conhecimento e obediência das leis, diz o Zohar “ O Justo é a fundação do mundo”.

E é este o segredo da vida, justo é aquele que liga, que faz a união do feminino com o masculino.

Eco-logia, nada mais é do que um estudo que deve ecoar em nossos ouvidos, em nosso coração para que toda a ação gere uma consciência da existência dos muitos mundos em nossa volta.

Eco-logia é quando percebemos que temos um trabalho de reorganizar a nossa vida, o nosso sistema de vida, as nossas inter-relações.

Para a Kabbalah a queda do homem proporcionou a desordem, a vida no mundo de Tohu (o mundo do caos), lembrando que Taha em hebraico significa aquilo que confunde.

Este caos existe por que as primeiras vasilhas (Kli) afastaram-se de D´us e não buscaram se assemelhar a Ele e desenvolveram um desejo de só receber para si.

O caos tem a característica de não reter a luz, de pensar só em si, quebrar a sequencia de inter-relacionamento.

Por causa deste caos vivemos na confusão, não conseguimos captar as idéias mais profundas, perceber a verdade, o propósito da vida, saber sobre os próprios sentimentos, não retemos nada.

Quanto mais entramos nesta energia , mais duvidas e conflitos geramos, mais egoísmos criamos, dor e sofrimento, e assim estabelecemos um grande desequilíbrio na nossa volta.

Fonte: Escola de Kabablah

One Comment leave one →
  1. 30, 01, 2010 1:08 pm

    “Você esta presente dentro de um todo, e seu ser está unido a tudo que te transcende”.

    Lindo post.

    As expressões separatistas em que nosso mundo está submerso é o que nos distancia de nossa consciência una.

    Grande abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: